sábado, 19 de setembro de 2009

Calçando o meu 37

Depois da piada má sucedida com a música da novela A viagem comemorando a volta do computador e as idéias para o blogger, as coisas mudaram.
Acho que pra melhor, mas vou ter que deixar algumas coisas para trás.
O blogger é uma delas.
Nunca quis que isso fosse um diário, me esforcei ao máximo pra isso até agora.
Bom, o fato que não tenho escrito diário, poesia, prosa ou qualquer outra coisa que preste faz algum tempo e descobri o porquê.
Descobri que não me falta felicidade, amigos e sites com poesias e pensamentos incríveis.
Falta um pouco de Ana em mim.
Não sou lá muito rebelde, mas estava me deixando dominar, estava calçando o 36 com o pé sedento do número 37.
Antes era mais um incômodo do que uma dor, depois fui sendo podada - e sem notar- ao ponto de pensar na possibilidade de arrumar um emprego como auxiliar de empresa ou ajudante de administração, profissões incríveis, dignas de todo o respeito.
Mas com todo o respeito e pouco peito que tenho, não vejo a menor graça no cotidiano comum que tem as ajudantes de administração e os auxiliares de empresa, e depois de algum tempo em casa, ouvindo os mesmos CDs, lendo os mesmos livros e vendo as mesmas pessoas tava perdendo peito e ganhando peso e o pior emburecendo.
A Ana acabou perdendo o A maiúsculo, o pique e a revolta.
Não gosto de ser serena e acomodada do jeito que eu estou.
Foi então, em uma linda tarde de sei lá que dia que vi uma oportunidade de sair daqui, não me lembro como, sei que surgiu a chance de mudar de sapato e andar do jeito que eu gosto, então eu o fiz.
Peguei meus lenços, documentos, os mesmos CDs e livros de sempre e fui viver perto do mar.
Não sei quando vou voltar e como vou fazer pra viver por lá.
Quanto tempo eu vou agüentar? O tempo por si só dirá.
Vou um em busca mais do que só liberdade ou responsabilidade, vou atrás da ana, da Ana com o maiúsculo.

Boa viagem pra mim e sorte para todos nós.

4 comentários:

Patricia disse...

Essa menina é um talento. Sensível e sarcástico. Peguei muito bem =)

Andrea disse...

Não me deixa...

Gláucia disse...

Dá pra voltar?? Obg

Juliana Martinez de Almeida disse...

To na mesma... mas meu destino será outro, e não vai ser tão já, agente se esbarra pelos litorais ... TE AMO!