quinta-feira, 14 de março de 2013



Há os que não vão mais te esquecer
Aceite a mão forte dela
Aqui estou eu, pra que eles vivam
                                              
     Frida 


Dia 13 de março do 13

Um dia bem louco
Um papa argentino
Uma bolsa de 20%
Outra conta negativa

Frida falando
Ana ferida

Aulas de contabilidade
Fome
Amor com i
elo nenhum
Sono

Coração aflito
Estomago ardendo
Normal, corpo passional

Meu pai vivo em outra boca
- MORRA!
Foi sentido o mesmo peso?
Não!
Será?
Pois é...

Não tem essa
Agora é hora
Vou ou fico
Fico ou voo...
Cabô?
- Meu amô, ouça a Frida e Viva la vida!










Árvore da esperança
Mantenha-se firme


Um comentário:

Thamira Soares disse...

é uma pena não poder expor em palavras o que se sente lendo suas poesias...muita beleza *-*