segunda-feira, 24 de novembro de 2014

carta amante


Analisando as coisas
problematizando
solucionando
é bem complicado, quer dizer, ficou


o que eu acho de tudo?
acho engraçado, sempre é, com a gente
é riso e prosa
sei lá
o que eu acho,
bão

normalmente eu sinto e não acho muito, não
esse lance de irmão, foi mesmo
já botei fé e em texto antigo
mas aí, eu acho que transformou,
irmão dorme diferente, entende?

rir não é incomum,
eu tenho o riso solto
você é palhaço
acho que foi por aí que eu disparei o coração
pela boca

e por falar em riso
eu gosto de dois dos seus
detesto outros dois tipos
tem aquele riso:
que você dá quando não quer rir
esse, eu detesto que você se force
só não menos do que o riso quando você tá bufão
seu rosto muda até
do riso a testa
tudo

mas quando você ri de rachar
eu acho bem bonito
e fico besta
só fico mais se você ri de querer rir muito, sem charminho ou porra nenhuma
riso puro, sabe
ce muda também
e eu fico rindo

bem, bão,

acho nossa relação bem bonita
e não tinha medo
até você contar do seu
sei lá
eu achava que a gente era firme mesmo cheio de nó
talvez seja, será que é?

as vezes eu viajo nas entrelinhas 

por que eu acho que jogo limpo não chateia ninguém
não tenho medo, por que não tenho má intenção
se a gente contar um pro outro as coisas e causos
antes do facebook, acho que a gente consegue ir administrando o que é
e eu não sei o que é

eu tenho dificuldade de acreditar no para sempre
acho que as coisas são ciclos mesmo
sem controle
sem prazo
e tal
isso me ajuda bastante
me deixa tranquila
me ajuda a viver e sofrer no tempo certo
mas só se for preciso
uma felicidade por vez

as coisas de dentro se justificam no caminho da história
a historia vai se formando no caminho

eu acho, que quando a gente pensa e cria as coisas na cabeça,
já passou, já aconteceu e não repete na vida  real
minguá..
e eu não gosto de pensar e tentar decifrar nada
se não, devoro a história toda e ela não acontece
entende?
teoria poaense, cê ainda não entende

eu não sei , não sei mesmo
do que é, do que vai ser
eu só sei que eu me sinto feliz quando cê tá por perto
de riso puro, eu dou risada que eu nem sinto
rir faz bem
você me faz também :)
seu colo é confortável e o samba é bão hahahaha

é amor genuíno mesmo
de riso, sabe?
quero te ver rir, que ce fica mais bonito
que ce fica bem
eu fico melhor

só fico meno de não saber algumas coisas
mas eu fico pior se perguntar
eu só quero saber o que você, se fosse eu, achasse importante de saber


bem é deixar fluir, eu acho
a gente não sabe se a casa cai, se eu mudo pra bahia, se a gente segue até semana que vem, se eu caso com um argentino, você com a flor ou se a gente larga tudo e muda pro marrocos
pode ser tudo isso também
deixar seguir, manja?
até onde tiver que ir e do jeito que a gente puder ser
aprendi a deixar o bagulho se desenhar sem pressão
até por que eu acho, que a flor ama você também
mas a gente ama diferente, completamente diferente, eu acho até
uma hora você vai ter que sacar o que faz mais diferença pra você
não vai ser confortável pra sempre
eu não sei como que vocês funcionam
mas a gente não vai funcionar todos juntos
isso eu to sabendo
a flor é mais decidida e gosta de pisar firme, acho que ela luta por você
ela olha estranho, vem armada já,
fudeu, ela nunca mais vai ser minha amiga, ela não consegue
ela agride o outro só pra te ter,
já tive que me fazer de surda por migué seu
amor pra mim não tem luta não
é tarde de preguiça no domingo, entende? hahahaha
a gente é de vibe diferente
e não é falta de importância, de carinho e de amor
é a forma que eu funciono mesmo
amor se fortalece sem briga
é leve, tem cheiro de lírio e chuva,
eu sou bicho do mato
me apego nesses sentidos

mas assim: esse é O MEU entendimento de amor
por que amor não tem forma feita
é cada qual na sua
e eu não sei nada direito dai
ai, é difícil saber direito como funciona o nosso aqui


eu entendo assim, num entendo nada além
entende?

mas e você como que lê? como que é?
ou não? cê tem pressa em saber das coisas? cê sabe de alguma coisa?


beijoaew

Um comentário:

Juliana Martinez de Almeida disse...

<3 Karai fi... parece eu hahahaha